Metas...

terça-feira, 31 de maio de 2011 4 comentários
Estabeleça metas grandes o bastante pra se sentir motivado...
Mas não grandes demais a ponto de sufocar-se.


Hoje é melhor do que ontem e pior do que amanhã.

Um abraço
JB
domingo, 1 de maio de 2011 3 comentários

Flores de Abril



Destilo, misturo, concentro-me neste mágico existir.
Aro, semeio, cuido do futuro ao focar-me no presente.
Bebo os já não tão raros momentos de alegria extrema.
Ganho asas potentes no seio das nuvens, extraio o elixir.
Sobre as casas e edifícios, além do medo e da hipocrisia,
descubro o telesma que abre as portas e encontro asilo.


Não dá pra ficar impassível diante da brisa que se anuncia.
Percebo que a verdade não está no vício nem na virtude.
Medito, desvendo o terrível segredo que não ouso revelar 
e que a ninguém recomendo que o faça, não pela metade.
Lição única em si mesma, exclusiva, cada um decore a sua.
Disciplina, fé, aprendizado, amor e atitude. Só. -Tenho dito!
Plante sua semente, pacientemente, cuide do seu quintal.
Namore a lua, embale o coração, aprenda com as emoções.


Reencontre seu dom de sonhar bem aí no seu círculo de magia,
inscreva na sua fímbria com letras de fogo o seu telema,
seja seu próprio fanal e seu guru, conquiste suas divisas,
faça um poema de cada palavra proferida, pacientemente...


Um calafrio percorre minha coluna inteira, de sul a norte,
meus tecidos se renovam e acompanham as estações:
as dúvidas e dores desaparecem, a vida afugenta a morte! 
Adrenalina a mil! Ouço cânticos celestes nessa doce epifania!...


Transmuta-se a fantasia, toda a realidade se fragmenta,
o universo se faz mais vivo; o céu, como a rosa tinge-se de carmim.
Passa por mim, neste painel, o filme da vida em pleno outono.
Vejo a esfusiante alegria das borboletas com a chegada das flores!


Alegro, me emociono! Colho, então, um botão ao amanhecer.
Como este sopro de brisa, divino, aos seus ouvidos falo sutil: 
Abra também seu coração! Sente-se junto de mim, eu peço!
Vamos, aqui dessa praça ver o sol de um novo dia nascer.
Quero te oferecer esta flor de Abril, flor propícia da estação.
E antes que se desfaça a magia...
                                     ergamos a taça para agradecer! 
Autor: Expedito Gonçalves Dias (Profex)
Escrito em Varginha, 28 de Abril/2011, às 23 h
Imagem do google: http://docessonhosdapaty.blogspot.com

-postado também no Blog do Profex