Plenitude

terça-feira, 4 de janeiro de 2011


Noite total
Amor fatal
Beijo gostoso
Abraço apertado.

Beijo molhado
Corpo suado
Amor prazeroso
Paixão indecente.

Caminho crescente
Amor ao seu lado
Tarde quente
Amor ardente

Corpo suado com o amor saciado.

2 comentários:

{ Kassya Mendonça } at: 4 de janeiro de 2011 22:18 disse...

Marcos,
que poema gostoso de ler, dá até para sentir o beijo, o suor a paixão!
simples mais uma viagem ao imaginário dos amantes!

beijos

{ Sissym } at: 4 de janeiro de 2011 23:55 disse...

Hummmmm algo causou inspiração.... que bom! Poesias, poemas, saem assim, seja por alegria, tristeza ou até raiva. E quando toca no coração... então fica com algo mais. Bis!

Bjs

Postar um comentário