Other's - By Samanta

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011


Chegou mansamente num dia de sol, vi seu reflexo na água
rosto conhecido a muitos anos, mas na alma um intrigante mistério...
Fez-se Rei da noite pro dia, num piscar de olhos, num simples gesto...
Supliquei Leve-me! sem você a Vida não tem mais contexto...

O mundo então tranformou-se em Céu
cada momento era eterno, embora viessem em horas inoportunas
seu colar envolveu meu coração feito algema e me afundei na bem disfarçada escuridão...
iludida pelo falso amor inconstante e perverso que embelezava os muitos Nãos...

sem saber mais o que fazer pra recuperar o fôlego
lutei com as forças que jamais imaginei possuir
exauri minhas qualidades, dei tudo de mim...
mas nada era suficiente para manter tal Amor etéreo e trôpego...

aprendi a ser uma guerreira de verdade;
e no fim percebi que o Céu nada mais era que o mais puro Inferno
amei como se deve amar, cegamente , loucamente...
Cresci, mas a confiança se esvaiu e sei que viverei sem ela eternamente...

Hoje ele se esgueira pelas sombras,
Ainda tenta destruir o que já morreu...
e tenta fazer das suas palavras, músicas;
Mas agora o Amor maior é pelo meu EU !

22 comentários:

{ Neusa Fiesta } at: 6 de janeiro de 2011 09:57 disse...

Samanta, triste, muito triste, seu poema. Mas, lindo! Às vezes um coração partido é a melhor fonte de inspiração para grandes versos. E essas suas palavras, transformadas em versos e estes em poesia, ficaram lindas. Parabéns e explore mais esse eu lado poético. BEIJOSSSSSSSS

{ CLAUDIA } at: 6 de janeiro de 2011 10:17 disse...

Miguxa do meu coração!!!
Arrasou minha Flor de formosura.
Você relatou realmente um estado que nos encontramos,quando colocamos a pessoa em primeiro lugar em nossas vidas,sem nos amarmos.
Achei explêndido até o reencontro de si mesma.
Muita sensibilidade e sinceridade juntas.
Só poderia vir de você amada,tudo que fazes é perfeito sempre.
Amei,sua poesia.
E você tem é muito jeito Miguxa,não se engane não,és uma escritora nata,esta no sangue,no DNA,kkkk!
Parabéns Minha Flor!!!
Bjos em seu coração com cheirinho de Jasmin.

{ Jackie Freitas } at: 6 de janeiro de 2011 10:24 disse...

Olá minha miga querida!
Nossa, Sam! Ficou maravilhoso esse poema! Senti na alma cada palavra e pensei numa ópera tamanho sentimento que tem nele! Parabéns por mais essa sua façanha, minha linda! Isso prova que quem é bom, consegue se tornar ótimo naquilo que se propõe a fazer com o coração e alma!
Grande beijo de sua amiga e fã!
Jackie

{ Luciano Oliveira } at: 6 de janeiro de 2011 11:29 disse...

Olha so o lado poético da Samanta!!!!
mandou bemmmm!!!! gostei!

iiirrruuu

{ fábio siebra } at: 6 de janeiro de 2011 11:31 disse...

Querida Sam,

Esse poema é profundo e cheio de sentimentos que nos envolve.Quem nunca sofreu por desilusões amorosas e muitas vezes renuncia a você mesmo pelo outro,envolvido pelos sentimentos esquece de valorizar o seu eu,amar-se. No final, desiludido é que percebemos que para alguém te amar eu também tenho de fazer a minha parte, me amando.
E,sendo assim eu sei o melhor pra mim e recomeço luto com os meus sentimentos para e em busca do melhor para mim.
Sam você é bem modesta hein,não é boa com poemas sei me engana.

Um Abraço

{ Fatima Zanin } at: 6 de janeiro de 2011 12:04 disse...

Olá amiga Sam,que lindo poema ,ao ler me emocionei, tão profundo,lindo...,
Beijo.

{ Kassya Mendonça } at: 6 de janeiro de 2011 12:17 disse...

Samanta!!!!!
que entimentos profundos, que poema mais lindo!!!!
Amei!!!
cada palavra, cada estrofe, descreve com certeza, as fortes dores de amar.
"Suas palavras ainda são músicas;
Mas agora o Amor maior é pelo meu EU!" - esta frase é o desfecho perfeito, amar a nós mesmos é o primeiro passo para amar o outro de verdade!

rsrs... quem diria temos uma poetisa escondida dentro de uma ninja!!

bjus

{ ana costa } at: 6 de janeiro de 2011 12:50 disse...

Adoro poesia.Sua escrita é muito boa, seu poema está lindo.continue, sempre que eu puder venho ver e deixo um comentário

{ Deny } at: 6 de janeiro de 2011 13:21 disse...

É miga!!!

Amor-próprio acima de tudo!

Adorei!

E sofrer, sofremos e sofreremos, sempre!

Poetisa, vc leva jeito!

Parabéns!

=D

{ valerinha } at: 6 de janeiro de 2011 18:43 disse...

lindo sammy!!!!
arrisque-se mais vezes.
saudades!bjos

{ Atena } at: 6 de janeiro de 2011 19:34 disse...

Muito bom na volta das férias ter coisas boas para se ler.
Parabéns. Aprovada como poetisa. Principalmente com um desfecho tão brilhante: amor maior pelo seu eu...
É isso aí!!!! Esse é o começo do humano-divino.
grande beijo

{ Arte e Café } at: 6 de janeiro de 2011 21:48 disse...

Querida amiga Sam
Uma grande revelação da sua sensbilidade poética!
Onde os sentimentos de perdas despertam também um grande encontro consigo.
No mais triste abismo de um desencontro surge a grande paixão pela vida !
O poema tem uma interpretação complexa e envolvente.
Evidenciando uma linda de forte tendência existencialista.
Lindo demais, tem que ter Bis neste gênero!
Parabéns querida!!
Mil beijos no coração

{ Paulão } at: 6 de janeiro de 2011 23:08 disse...

Buenas Samanta,

não sou especialista em métricas ou em saber distinguir poemas, sonetos e etc. Simplesmente avalio se o que está escrito é tocante, se me convida a meditar ou não. Achei teu poema bem interessante, quem sabe é uma nova habilidade.

Bju

Paulo

{ Valéria Braz } at: 7 de janeiro de 2011 00:57 disse...

Sam.... uau.... se você não é boa em poemas, imagina quando for....hehehehe
Perfeito, as palavras colocadas no momento certo... o contexto exalando sentimento e descoberta.... a explosão da emoção.... e a tranquilidade do retorno a si mesma!
Já virei fã na nossa mais nova poeta! Depois me deixa um autógrafo tá?
Beijo no coração

{ Rosangela } at: 8 de janeiro de 2011 15:51 disse...

Sam, tudo bem?
Linda, tens talento viu... É que poesia é assim ela vaga com a alma e vem serena ou delirante sempre trazendo as marcas de nossa lapidação. E com a lapidação ela vai evoluindo, e fluindo. Quando comecei a escrever via uma forma de desabafo através da escrita, mas nunca pensei em escrever poesia apesar de muito gostar. Hoje posso dizer que sem poesia não tem graça! E de fato ela me alivia a alma.
Já o amor é assim feito água "se de mais mata a planta". E o que dizer de um amor no qual se perde a confiança? Torna-se fiasco, sei bem o que estou falando.
Olha, Sam eu adorei!
Bjs poéticos!

{ Sissym } at: 8 de janeiro de 2011 16:26 disse...

Samanta,

O poema poderia fazer parte da trilha poética de minha vida. Como se as linhas revelassem o que já passei e o que não quero mais. Tomar um "não" pode ser bom, mas um atrás do outro denota que pouca importancia a gente tem.

EU sou mais EU, quero viver muito bem, eu tenho este direito.

beijos

{ vidarealdasam } at: 9 de janeiro de 2011 21:54 disse...

Ola´queridos amigos e amigas !!!

Obrigadíssimo pela presença de todos vocês !!
Estas palavras de carinho e motivação enchem meu coração de alegria !!
Um super beijo e que todos tenham uma excelente semana !!
e até a próxima !!! ;)

{ Della } at: 10 de janeiro de 2011 10:53 disse...

SAM, QUE POEMA!!!!!! Nossa, como ele é forte!!!! PARABÉNS, AMIGA!! LINDO DEMAIS!!!

{ joselito bortolotto } at: 10 de janeiro de 2011 12:53 disse...

Grande Samanta, como diz nossa amiga Mary, esse poema é visceral .... então entre dores e amores todos nós vivemos.

{ O AMOR ESTÁ NA REDE!!! } at: 11 de janeiro de 2011 10:52 disse...

Para tudo agora!
Como é que é esse lance de "não sou muito boa em poemas"? Sammy, não estou acreditando nisso... Um dos poemas mais lindos e pofundos que já li!
Amiga, vc tem um dom maravilhoso; não o desperdice! Continue escrevendo poemas; por favor!
Parabéns, querida!!!
Mil beijos

{ manoel } at: 11 de janeiro de 2011 15:50 disse...

Triste? Alegre? Esperançoso? Egoísta? Samanta você sabe sim escrever e se são poemas ou poesias pouco importa. Quando colocamos nosso sentimento as palavras se formam e tomam as cores que pensamos para elas. Parabéns!

Paz!

Manoel

{ Charles Netto } at: 23 de novembro de 2014 22:06 disse...

Caríssima Amiga "Sam" eu em particular gostei de seu "Poetizar" uma vez que trata de sua inspiração que acredito ter sido em um dia muito especial e assim fazendo pode nos brindar com linda Poesia em 5 Estrofes vinte versos bem sincronizados e entrelaçados entre si, mas que nos salta aos olhos seu contra ponto existencial no mundo de todos os seres em todos os tempos que tem feito até quebra de paradigmas quanto ao que dizes em um de seus versos bem assim: ... "no fim percebi que o Céu nada mais era que o mais puro Inferno"... Mas que são duas observações bem pontuais que nos instigam independentemente de sermos céticos ou não....
E o que importa em si é forma escolhida de dizer Poeticamente querem alguns refletir sobre isso ou não, mas foi dito e escrito ai esta...
Eu particularmente gostei e não poderia sair deste espaço sem emitir meu parecer a respeito e ter simplesmente só compartilhado com os outros internautas da Web/Internet, afim de também participarem de tão lindos escritos que nos tem muito a dizer além do que puramente do que foi escrito, pois entendo que ultrapassa as linhas do Poema e nos deixa intrigados e pensativos e felizes por você compartilhar com a gente tamanho feito, valeu!

Postar um comentário