Ele está chegando

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010 9 comentários


Após uma longa jornada em 365 dias, mais um ano termina o registro de sua história, este que se finda, deixou para traz muitas tristezas, e também algumas alegrias, mas nem tudo foi um mar de rosas, a vida é assim.

Não podemos reclamar daquilo que recebemos, mas sim agradecer o que para cada um de nós foi devido, temos nosso "fardo" e ninguém irá carregar por nós.

No próximo ano devemos estar cientes de que algumas coisas irão se repetir, outras serão finalizadas, mas o que importa é o que viveremos de bom em tudo isto, e qual a lição de vida iremos aprender.

Desta forma, finalizando o ano de 2010, desejo a todos àqueles que ao meu lado marcaram o tempo e também ajudaram a escrever "nossa história", o importante foi , o fortalecimento de nossas amizades, o carinho com cada um, o momento especial que vivemos, isto supera qualquer dificuldade.

Desejo que 2011, seja repleto de realizações, de alegria, de relações verdadeiras, que possamos transpor os obstáculos de forma organizada, deixando ao passado todas as nossas tristezas.




Este ano está se despedindo e deixando saudades,
Tenho certeza que se voce observar atentamente tudo que
passou no decorrer deste ano, terás muito a agradecer.
Pegue todas as derrotas e transforme-as em pequenas
batalhas que no confronto com a vida, voce deixou de
vencer, a guerra já está ganha, visto que chegou até aqui,
e está apto a receber um novo ano com seus desafios e
incógnitas, e viver muito cada segundo desta esplêndida
jornada, que Deus está a lhe proporcionar com novas
esperanças.
Somos vencedores, conseguimos superar mais um ano,
enquanto tantos ficaram pelo caminho.
Felis Ano Novo,
seja muito, mas muito feliz, voce merece
muita paz, saúde, amor, prosperidade e tudo
de bom que a vida possa te ofertar.
Na maioria das vezes, depende somente
de nós alcançá-la, de acordo com nossas
escolhas, e dos caminhos que porventura
decidimos percorrer.



Sãos os votos do amigo MAD





AO MEU AMOR

terça-feira, 28 de dezembro de 2010 16 comentários


Você surgiu e me preencheu 
trouxe  luz à minh'alma
tornou a minha essência calma
presente maior que a vida me deu

Você sabe o quanto eu o amo?
Você sabe que sempre o amei?
Não, nem você, nem ninguém
Ninguém sabe...ahhhh..., só eu sei !

Sôo vazia, fútil, inútil
Corroída a minha mente,
presa a você eternamente,
o estranho e grande ausente

Por que me abandonou,
sem  dó ou piedade?
Responda, apareça!
Não me mate de ansiedade!

Nem quero saber se o que fez
foi por puro prazer ou maldade...
O que quero é lhe dizer
é que morro de saudade

Em meus sonhos o vejo
beijo e afago
depois, acordo num alerta
e sinto que morro desperta

Filho meu,
ternura minha...
Meu carinho de artérias
e de nervos,
de solidão e de silêncio

Vem cirandar com sua mãe
e lhe contarei estórias...
Sua canção de ninar
já está traçada dentro de mim;
Suas mãos tem calor de lume
na minha vigília de seu sono.

Em seus cabelos
eu trançarei meus sonhos,
e contarei estrelas
nas asas da nossa noite

Eu traçarei em meu rosto
a sombra de seus dedos,
para viver sua pureza
na rotina dos meus dias

Ahhh ....se você soubesse
meu filho...
Não há mais fé à sua espera,
apenas uma ausência em seu nome.

Melhor será que eu me vá;
continuar sem você, jamais!
Prefiro morrer agora, já
antes que o ame ainda mais!




Texto: Neusa Fiesta
Imagem: linneaborealis

Na loucura de amar

sábado, 25 de dezembro de 2010 7 comentários

Nada por aqui se mechia
tudo estava parado
perfeito até eu diria
então tu surgiste 
transformando certezas em duvidas
solidão em companhia
bagunçou meu pobre coração 
perdida em duvidas 
incertezas desejos
loucura...
minha insensatez 
vibra e chama por tu !!!
me perco na loucura de seu beijos 
sem mesmo ter provado seu doce sabor
sinto seu toque
leve como a brisa 
me vejo em seus olhos
e isso me assusta!
a intensidade de seu amor
descontrola o meu "eu"
JUCI DIASS

O Convidado!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010 4 comentários


De minha fé muitos partilham...
De minha fé outros nem tanto.
Quero falar de meu Convidado:
Ele trás amor e pureza na bagagem;
Ele é a profecia confirmada.


Meu Convidado é excelência...
Meu Convidado que é servo, lavará meus pés!

Em minha casa que é desprovida de chaminé 
O único Noel que ira pairar é o Rosa.
Para a ceia preparei como prato principal a harmonia!
Quero servi-la apropriadamente...
Acompanhada da cumplicidade.

Quero perfumar meu Convidado!
Quero tocar-Lhe as vestes!
Pois o meu Convidado,
Não tarda em me honrar 
E para Ele preparei lugar de pompa.

Meu Convidado não colocará meus presentes 
Debaixo de uma árvore enfeitada!
Meus presentes ele plantará em meu coração.

Você também pode Convidá-lo.
— Mas como sabe-lo?
Simples: Meu Convidado
É o aniversariante!
Na verdade Ele espera que você o convide também...

Meu Convidado é o Pão Vivo!

Venha Jesus... Se assente em lugar de Glória em meu lar!


@@@


Há todos meus amigos:
Os do Recanto das Letras;
os do Portal Literal;
os do Dihitt;
os do Twitter;
os do Orkut;
os do Sonico;
os do Facebook;
os do Hi5;
os do Portal Luis Nassif;
os do Brasilianas;
os do YouTube;
os do Second Life;
os do My Space;
os do Blogspot;
os da Sala dos Amigos Escritores
e os da Vida, do lado de cá do pc.
Há todos, meus desejos sinceros de Feliz Natal e...
um 2011 com muita saúde, prosperidade e Paz!
Que não só neste final de ano,
Mas também durante todo sempre,
Possamos juntos...
Amar e sermos amados!








"...Palavras..."

terça-feira, 14 de dezembro de 2010 11 comentários
Se me disseres que me amas,
acreditarei!
Mas se escreveres que me amas,
acreditarei mais ainda.!
Se me falares da tua saudade, entenderei.
Mas se escreveres sobre ela,
eu a sentirei junto contigo.
se gritares comigo, escutarei
mas se escreveres vou sofrer cada vez que eu ler...
se ficares zangado e me acusares,
olharei para ti e chorarei,
mas se escreveres a tua zanga,
chorarei todas as vezes que meus olhos
percorrerem por teu texto...
Se a tristeza vier a te consumir e me contares, eu saberei.
Mas se a descreveres no papel,
o seu peso será maior.
Palavras tem força...
podem magoar profundamente!
Palavras escritas te magoam eternamente...
toda a vez que lemos algo,
sentimos a força do escritor...
sentimos teus sentimentos,
como se acabassem de acontecer
são as tuas emoções,
perpetualizadas pelas palavras ...
e assim são as palavras escritas:
possuem um magnetismo especial,
através dos tempos...
libertam, acalentam, invocam emoções.
Possuem a capacidade de em poucos minutos,
cruzar mares, saltar montanhas,
atravessar desertos intocáveis.
Muitas vezes, infelizmente,
perde-se o autor...
mas a mensagem sobrevive ao tempo,
atravessando séculos e gerações.
Elas marcam um momento
que será eternamente revivido
por todos aqueles que a lerem.
Viva o amor com palavras faladas e escritas.
Mas, cuidado com elas,
as mesmas palavras que podem fazer
alguém amar,
também pode fazer alguém chorar...
Mate saudades, peça perdão, aproxime-se.
Recupere o tempo perdido, insinue-se.
Alegre alguém!
ofereça um simples "Bom dia".
Faça um carinho especial.
Use a palavra a todo instante,
de todas as maneiras.
Sua força é incomensurável.
Lembre-se sempre do poder das palavras.
"Quem escreve pode construir um castelo,
e quem lê passa a habitá-lo".
Mas quem escreve também pode criar
um calvário...
e quem ler pode viver eternamente num inferno!

Triplo Selo

sábado, 11 de dezembro de 2010 6 comentários

Caros amigos, o Blog Sala dos Escritores foi homenageado por Kassya Mendonça com os três selos, essa lembrança é para todos os participantes deste blog, agradeço em nome de todos. Se os participantes do blog quiserem indicar algum blog ou amigo para receber os tres ou um deles separedamente fiquem totalmente a vontade.

Grato Kassya pela lembrança.



Marcos

Triplo Selo

0 comentários

Bem meus amigos, o Blog Sala dos Escritores foi homenageado por Kassya Mendonça com os selos, essa lembrança é para todos os participantes deste blog, agradeço em nome de todos. Se os participantes do blog quiserem indicar algum blog ou amigo para receber os tres ou um deles separedamente fiquem totalmente a vontade.

Grato Kassya pela lembrança.



Marcos

Preciso te encontrar!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010 13 comentários
Nos encontramos no outono
no início era tudo tão lindo
profundo, simplesmente era amor
nos perdemos alguns outonos depois
tudo perdeu seu brilho
o que era certeza virou dúvida
esperava ansiosa pelo brilho do sol
e temia a escuridão da noite
perdida em sentimentos confusos
busco meu equilíbrio,
espero hoje intensamente que o sol
não mostre seu brilho que
não esconda a noite fria que
me faz companhia...
coração confiante
ainda espera que o próximo
outono traga seu brilho de volta...
"Ainda espero um telefonema seu"
       
                       By Juci Diass


    Top video da Ruiva!