Palavras e Silêncio

quarta-feira, 6 de outubro de 2010




Meu amigos hoje senti vontade de escrever algo, então lá vai:

Há algumas coisas que são lindas demais para serem descritas por palavras, então é necessario admirá-las em silêncio para poder apreciá-las em toda sua plenitude.
Os grandes discursos servem frequentemente, para confundir ou doutrinar as pessoas, às vezes, o silêncio é mais esclarecedor que um discurso.
Olhe para uma mãe diante de seu filho no berço. Ele consegue dizer tudo o que quer, sem dizer uma só palavra.
Na realidade, as palavras servem de embalagem para os pensamentos. Não adianta longos didcursos para expressar os sentimentos de seu coração. Um olhar diz muito mais.
Na realidade em sua grande sabedoria a natureza nos deu apenas uma língua e dois ouvidos para escutarmos mais e falarmos menos.
Se as palavras não são mais bonitas que o silêncio, então é preferível ficar calado.
Quanto mais o coração é grande e generoso menos úteis são as palavras. É necessário lembrar do provébio dos filósofos: as verdadeiras palavras não são sempre bonitas e as palavras bonitas nem sempre são verdades.
As grandes e evoluidas mentes fazem que com poucas palavras muitas coisa sejam ouvidas.
Asmentes pequenas acham que têm pelo contrário, a concessão para falar e não dizer absolutamente nada.
Poucas palavras são necessárias para dizer “ Eu gosto de você” ou “ Eu te amo”. Portanto todas as outras palavras que poderiam ser ditas são supérfluas...
São necessários dois anos para que o ser humano aprenda a falar e toda uma vida para que ele aprenda a ficar em silêncio.
Ser comedido com as palavras é uma prova de profunda sabedoria.
E saber ouvir também.

7 comentários:

{ -*Vera Luz*- } at: 6 de outubro de 2010 19:12 disse...

Olá Marcos!!

Maravilhosas palavras, quando estamos diante do nosso filho é tão maravilhoso que a expressão entre os lados se completam, são instantes divinos! Saber falar é uma dádiva e saber é uma virtude praticada! Parabéns!

Um abraço,
"Todo o Conhecimento é Luz que Inspira a Alma" -*Vera Luz*-

{ Samanta } at: 6 de outubro de 2010 19:18 disse...

Olá querido amigo !!

Belíssimo texto, cheio de sabedoria !
Quando o coração e a essência da alma transbordam, não são mesmo necessárias muitas palavras.
Um enorme abraço !

{ O AMOR ESTÁ NA REDE!!! } at: 6 de outubro de 2010 19:27 disse...

Lindo texto!
Realmente, é necessária toda uma vida para que aprendamos a ficar em silêncio - imagino que, para a maioria das pessoas, ele só venha mesmo com a morte.
Tento diariamente me calar diante de algumas situações - como é difícil...
Abraços

{ Cla } at: 6 de outubro de 2010 20:27 disse...

Marcos, que lindo, um dia desses também escrevi sobre o silêncio, também tem tal sabedoria, eu adoro as vezes apenas apreciar, vale muito mais que qualquer coisa, somos seres que não precisam de palavras para mostrar sentimentos, temos os gestos e o nosso silêncio também!!

{ Della } at: 6 de outubro de 2010 23:40 disse...

O silêncio é sagrado! Parabéns. Bjosss

{ Valéria Braz } at: 7 de outubro de 2010 11:05 disse...

Marcos... que texto amigo... então te digo:
"Há silêncios eloquentes, como há palavras vãs!"
Neste momento qualquer palavra para este texto seria vã... então te dou meu respeito em forma de silêncio!
Beijo no coração

{ Jackie Freitas } at: 8 de outubro de 2010 11:00 disse...

Olá meu anjo e querido amigo!
Lindo, lindo, como sempre!
Enquanto lia essa maravilhosa sabedoria pensei (e acho que é isso que quero expressar em resumo de comentário) no que publiquei outro dia:
"...muito melhor do que dizer às pessoas "Eu te amo" é fazê-las sentirem-se amadas!". Ou seja, menos palavras e mais atitudes, mesmo que seja num sincero e admirável silêncio.
Grande beijo! Mandou MEGA bem!
Jackie

Postar um comentário