Na morada do teu corpo

sábado, 30 de outubro de 2010
 
Na morada do teu corpo
Fiz da noite o meu dia...
Na incerteza do teu olhar
Fiz do amanhecer o pôr do sol...
Nos teus passos
Fiz meu caminho errado...
Na confusão dos sonhos
Fiz minha cama de pecados...
Na solidão de abraços
                    Fiz meu corpo desejar...

E no soluço de uma paixão
Fiz do amor um esperar

Quando na ânsia de beijos
Deixei a emoção amor
Me domar...
Valéria Braz

11 comentários:

{ Rose Nakamura } at: 30 de outubro de 2010 06:28 disse...

Querida Amiga
Maravilhosa poesia
parabéns por tanta sensibilidade
bjs

{ Josy Nunes } at: 30 de outubro de 2010 09:38 disse...

Oi,
Valéria,
minha querida, gosto muito da forma suave com que brinca com as palavras. Muito lindo! Parabéns!
Beijão no seu coração, fica com Deus

{ Samanta } at: 30 de outubro de 2010 10:20 disse...

Olá Valéria, minha querida !!!

Que belíssimo poema, muito emocionante e intenso !
Você arrasa !!!Lindo !

Um beijãozão no seu coração !

{ Mi reabilite } at: 30 de outubro de 2010 12:45 disse...

Lindo de amar!
Parabéns!
Bjoss
Mi

{ Fatima Zanin } at: 30 de outubro de 2010 14:42 disse...

Valéria,que poesia contagiante,relatando as emoções,cosequências de um amor,uma apaixão quando ela acontece na vida é muitas vezes é assim que termina.
Lindo.
Beijo.

{ Malu } at: 30 de outubro de 2010 14:51 disse...

Lindíssimo!!!
Amores são sempre assim - essas explosões todas de esperas e pecados e inocências e sentimentos inexplicáveis.
Quando se ama... Ah!!! Saem poemas belíssimos, assim.
Abraços.

Gosto de vir por esta sala, sentar e ler estas coisas lindas que vemos por aqui.

{ Arte e Café } at: 30 de outubro de 2010 21:39 disse...

Querida Valéria
O seu poema é muito intenso,
todo verso ilustra muita sensibilidade.
Simplesmente maravilhoso!
Beijos no coração
Alba

{ Geraldo } at: 30 de outubro de 2010 23:14 disse...

Olá Valeria,

Que lirismo arrebatador...

Abraço

{ Dú Pirollo } at: 2 de novembro de 2010 20:19 disse...

Minha querida amiga, boa noite!!!
Mais um belíssimo poema, adorei minha amiga!!!
Falar de amor é sempre muito bom e você sabe fazer isso como ninguém, parabéns minha amiga!!!
Adorei passar por aqui!!!
Beijos no coração e muita paz em sua vida!!!

{ Jackie Freitas } at: 3 de novembro de 2010 16:33 disse...

Olá querida poetisa!
Como sempre, ler o amor através de seus poemas é sempre uma carícia para os amantes... E eu fico aqui embriagada no meio de tanto amor!
Parabéns! Como sempre, você está fantástica!
Grande beijo,
Jackie

{ Sissym } at: 14 de novembro de 2010 20:46 disse...

Olá Valeria, que lindo poema, doce e leve.

Beijinhos

Postar um comentário