ALVORECER

segunda-feira, 4 de outubro de 2010
Neste final de tarde na Cidade Morena... é como um amanhecer...ALVORECER...


A noite empalidece.Alvorecer...
Ouve-se mais o gargalhar da fonte...
Sobre a cidade muda, o horizonte
É uma orquídea estranha a florescer.

Há andorinhas prontas a dizer
A missa de alva, mal o sol desponte.
Gritos de galos soam monte a monte
Numa intensa alegria de viver.

Passos ao longe...um vulto que se esvai...
Em cada sombra Colombina trai...
Anda o silêncio em volta a querer falar...

E o luar que desmaia, macerado,
Lembra, pálido, tonto, esfarrapado,
Um Pierrot, todo branco, a soluçar...

Florbela Espanca
Fotografia: Valter Patrial

7 comentários:

{ vidarealdasam } at: 4 de outubro de 2010 20:20 disse...

Querida Della,

É só passar por aqui para que minha alma suspire com tanta beleza !
mais um texto lindo que traz para que nossos momentos encham-se de poesia !
Depois que comecei a acompanhar, meu coração está dia a dia aflorando ainda mais amor !
As palavras são poderosas...
Um enorme beijo, querida !

{ Beth Muniz } at: 4 de outubro de 2010 20:35 disse...

Ai Della,
Adoro a Florbela Espanca.
Obrigada por me dar a oportunidade de revisitá-la.
Beijão.

{ Arte e Café } at: 4 de outubro de 2010 21:52 disse...

Boa Noite Della querida
Que maravilhosa escolha este poema de Florbela Espanca.
O luar que desmaia, é a sutileza lírica e profunda
a inspirar os versos de todos os poetas.
De todos os amantes da palavra poética.
Beijos no coração
Alba

{ Jackie Freitas } at: 5 de outubro de 2010 01:07 disse...

Olá minha querida aMMMiga!!!
Mais um espetáculo de Florbela Espanca!
"Há andorinhas prontas a dizer
A missa de alva, mal o sol desponte.
Gritos de galos soam monte a monte
Numa intensa alegria de viver."
Lindo isso...
Grande beijo, minha querida!
Jackie

{ Dú Pirollo } at: 5 de outubro de 2010 02:23 disse...

Minha querida amiga Della, boa noite!!!
Que lindo este poema, mais uma obra prima de Florbela Espanca, como sempre., adorei!!!
O Amanhecer já é lindo, nas palavras de Florbela ficou maravilhoso!!!
Parabéns pela excelente postagem, adorei!!!
Grande abraço e muita paz!!!

{ Marcos Airosa } at: 5 de outubro de 2010 09:00 disse...

Excelente poema, linda sua escolha, obrigado por compartilhar.Bjoss

{ Sissym } at: 5 de outubro de 2010 16:57 disse...

Ao ler sobre os galos... eu moro em cidade grande, até um tempo atrás eu ouvia a cada amanhacer um galo cantado. Eu acordava rindo, mal podia acreditar! Ele não canta mais, espero que tenha partido para a melhor, seja para um bom galinheiro ou para o céu, mas em nenhuma panela!

Postar um comentário