PRIMAVERA

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

É Primavera agora, meu Amor !
O campo despe a veste de estamenha;
Não há árvore nenhuma que não tenha
O coração aberto, todo em flor !

Ah ! Deixa-te vagar, calmo, ao sabor
Da vida... não há bem que nos não venha
Dum mal que o nosso orgulho em vão desdenha !
Não há bem que não possa ser melhor !

Também despi meu triste burel pardo,
E agora cheiro a rosmaninho e a nardo
E ando agora tonta, à tua espera...

Pus rosas cor-de-rosa em meus cabelos ...
Parecem um rosal"! Vem desprendê-los !
Meu Amor, meu Amor, é Primavera ! ...

Florbela Espanca

Imagem: google.com

1 comentários:

{ Dú Pirollo } at: 23 de setembro de 2010 23:53 disse...

Minha querida amiga Della, boa noite!!!
Mais uma maravilhoso poema de Florbela Espanca!!!
Falando de duas belíssimas coisas, a estação mais linda do ano e o mais sublime dos sentimentos, esta bela união só poderia resultar em algo tão divino. Talvez o amor floresça melhor nesta linda estação que é a primavera.
Parabéns pela excelente postagem!
Grande abraço e muita paz!!!

Postar um comentário