PRECISA-SE

domingo, 29 de agosto de 2010

Eu preciso com urgência de um manifesto de ternura.
Preciso de palmas e beijos , de abraços, 
de corpos colando, misturando o suor e a saliva
Eu preciso de amor. Minha fome exige amor!

Estou no meio de máquinas,
é a máquina humana de criar monstrinhos;
o arfar dos corpos tem cheiro de óleo queimado.

Sei bem o que dizem:
"-arregale os olhos ante cada novo invento, e sinta orgulho
em ser contemporânea de idéias especializadas!"

E os sentimentos?
Foram acondicionados em papel de celofane 
e são empilhados diariamente em vitrines coloridas.

Aposentem-se todos os médicos, 
porque há uma chave de fenda em cada mão
e todas as dores são curadas com óleo de máquina de costura.

Nós precisamos de carinho urgentemente,
precisamos de ternura, precisamos de amor, 
porque temos que dar!

Penso em pregar anúncios nos muros e, em cada poste, um auto-falante.
Espalhar panfletos, pintar cartazes, mandar lembretes e ofícios.
Convocar os adolescentes, construir palanques na praça.

Onde houver gente falar, onde não houver pessoas, 
deixar recados nas portas. Insistir.
Não vai ser fácil... Mas nós precisamos de amor!

Beijem minha boca,
olhem em meus olhos com olhar de ternura
que eu vou repartir o mínimo de carinho arrecadado.

Trago no peito um grito de amor e uma semente
permitam que eu deixe o grito eclodir 
e que amanhã a semente seja o fruto multiplicado 
para a fome dos mais simples.

Ah!.., eu não posso acreditar em máquinas e poesias...
Mas, como escolher?






Texto: Neusa Fiesta
Imagem: "Rosa Branca"
cedida por Clara Bellaver-Artista Plástica


8 comentários:

{ Della } at: 29 de agosto de 2010 21:40 disse...

Neusa, você simplesmente conseguiu fazer a máquina produzir AMOR!
FANTÁSTICO!
Parabéns.

{ Marcos Airosa } at: 30 de agosto de 2010 16:44 disse...

Neuza, sem palavras linda poesia carregada de emoção, parabéns sinceros. abraço.

{ Jackie Freitas } at: 1 de setembro de 2010 15:41 disse...

Neusinha, minha linda!
Parabéns por mais essa linda expressão de amor e sensibilidade! Você é uma grande artista!
Parabéns, minha amiga! Fale mais de poesias, de amor, de flores....tudo a ver com você!
Grande beijo,
Jackie

{ Silvana Marmo } at: 1 de setembro de 2010 19:49 disse...

Olá Neusinha,
A cada palavra consegui sentir na alma, coisas que sinto falta, coisas que quero deixar prá lá.
Parabéns pela poesia.
Meu carinho

{ Neusa Fiesta } at: 1 de setembro de 2010 22:57 disse...

Meus queridos amigos: Della, Marcos, Jackie e Silvana: vocês são muito gentis...; eu fico até meio constrangida... Muito obrigada, de coração!
Um grande abraço!

{ Dú Pirollo } at: 3 de setembro de 2010 02:03 disse...

Minha querida amiga Neusa, boa noite!!!
Bela poesia, verdadeiras palavras, sábia colocação, adorei!!!
Todos temos necessidade de carinho, reconhecimento, amor, é a parte boa da vida... infelizmente vivemos mesmo num mundo de pessoas frias que mais parecem máquinas... mas tenho muita fé que um dia tudo isso vai mudar... o que importa é falar e praticar o amor.
Parabéns pela excelente criação!!! A rosa é linda!!!
Grande abraço e muita paz!!!

{ demetriosmiculis } at: 3 de setembro de 2010 09:50 disse...

Muito bonito, me imaginei distribuindo panfletos na faculdade, nas ruas e no trabalho. Parabens, e quem sabe um dia não façamos isso, distribuir um pouco de amor, com nossas palavras que são impressões do que sentimos.

{ Mari Costa } at: 5 de setembro de 2010 13:57 disse...

Oii querida Neusa

Sua poesia retrata realmente do que o mundo precisa agora, de muito amor, compaixão.Pois apesar de que a maquina, o computador, virou importante instrumento de trabalho e de relações sociais, mas nunca vai substituir o que nos seres humano tem mais de valioso, que é o amor, o sentimento, que precisamos explanar para as pessoas.Pois o amor é o melhor combustivel da alma.

Bjs no coração

Postar um comentário